Tenerife, o regresso às Canárias

Separadores primários

O projecto "6 meses na vida de um nómada digital Português" começou numa das ilhas Canárias, a Gran Canária (ver o post sobre essa viagem aqui) e como este arquipelago é um sítio que adoro tive que cá voltar e desta vez para conhecer Tenerife (Furteventura ficará para mais tarde). Tenerife é a maior ilha do arquipélago das Canárias, com 908.555 habitantes, pertencente à Espanha. O relevo da ilha é dominado pelo vulcão Teide, com seus 3.718m, a mais alta montanha do paí. A sua capital é Santa Cruz de Tenerife, local onde decidi ficar alugando um quarto através do Airbnb.

Todos os anos, com a chegada do Carnaval em Fevereiro ou Março, Santa Cruz de Tenerife transforma-se (apanhei mesmo o Carnaval....)! Durante várias semanas, as ruas e praças acolhem uma grande festa! Chegam pessoas de todos os cantos da ilha, trajadas com roupas coloridas e marcam presença no desfile, cantando e dançando até de madrugada. Esta é uma época excelente para visitar esta dinâmica capital, já que o Carnaval é considerado um dos mais animados do mundo. 

A minha ideia para esta viagem, além de trabalhar, era que fosse um pouco mais lúdica pois seria apenas uma semana, logo planei as coisas para que conseguisse visitar os ponto mais importantes da ilha. Aluguei um carro através do site DoYouSpain, aconselho vivamente, preços muito bons e disponibilidade em quase todos os aeroportos europeus!

Playa de las Teresitas e La Laguna

Playa de las Teresitas é sem dúvida a praia mais bonita de Tenerife! É das poucas que tem areia clara (penso que existem apenas 2 praias com areia clara em toda a ilha) e esta praia tem areia clara pois foi trazida areia do deserto do Saara propositadamente para colocar nesta praia. Se continuarmos mais para norte pela estrada vamos dar a um miradouro brutal com uma vista de perder a fala sobre a praia! Que vista fantastica!

Depois da visita à praia mais bonita da ilha (na minha opinião e também porque a maior parte das praias de Tenerife têm areia escura, devido à sua origem vulcânica) resolvi visitar uma vila mais no centro da ilha que se chama La Laguna. Esta vila foi considerada património da humanidade devia à sua arquitectura e ao seu lindissimo centro histórico! Ruas e mais ruazinhas cheias de prédios com fachadas lindas, um sítio mesmo a não perder se visitar Tenerife. Entre os edifícios religiosos mais notáveis encontra-se a Catedral de Nuestra Señora de los Remedios, a Iglesia de Santo Domingo e a Iglesia de Nuestra Señora de la Concepción. La Laguna é a segunda cidade mais importante de Tenerife, tendo sido até já a capital da ilha antes de Santa Cruz de Tenerife.

Puerto de la Cruz e Candelaria

No terceiro e quarto dia resolvi visitar Puerto de la Cruz e Candelaria. Puerto de la Cruz é uma destinos de eleição em Tenerife, uma cidade "construida" mesmo em cima do Mar, com um conjunto de piscinas naturais que deixam qualquer com vontade de entrar naquelas aguas cristalinas! A cidade velha é muito bonita e possui um carácter próprio das Canárias. Grande parte da zona em volta do antigo porto de pesca encontra-se repleta de ruazinhas em que não passa transito ladeadas por cafés e bares de estilo colonial. O porto pitoresco também é um local a visitar. Puerto de la Cruz é um óptimo destino de férias para quem procura tranquilidade e cultura.

Candelaria  é uma cidade situada junto a Santa Cruz de Tenerife famosa por ter nesta cidade a estátua de Nossa Senhora da Candelária (padroeira das Ilhas Canárias), que é venerada na Basílica da Candelária. Tem uma praça gigante junto ao Mar com uma linda igreja e um conjunto de estátuas alinhadas com a praça... estranho... mas bonito de se visitar. Não sei porquê mas gostei muito do sitio, é algo diferente e nem sequer é assim muito bonito, mas as ruas, as pessoas, a dinâmica do sítio fez-me estar por lá a visitar durante algum tempo.

Tenerife Sul, praias, El medano, Los Gigantes e muito mais...

Deixei um dia completo para visitar a parte Sul da ilha, é uma parte mais animada a nível de turismo, bares, restaurantes, discotecas, etc. um pouco como Maspalomas na Gran Canária. Ao descer a costa para Sul de Tenerife fui parando em diversos sitios para visitar, locais que tinha investigado e que sabia que eram pontos a não perder. 

O primeiro sitio onde parei foi El Medano, praia de areia escura, bares, cafés, tudo perto do Mar com um passadiço grande para podermos ver a beleza do sitio. El Medano está localizada junto a uma baia com uma espécie de duna gigante ao fundo, é um cenário realmente bonito. Encontrei um conjunto de pessoal a fazer KiteSurf! Lembrei-me logo dos tempos passados em Jericoacoara no Brasil quando aprendi a fazer Kitesurf (ver o post sobre essa viagem aqui).

Continuei rumo a sul e já mais perto visitei a Playa de Los Cristianos onde almoçei junto ao Mar por um valor bastante acessível, neste local existe um porto que oferece passeios para pesca, cruzeiros de lazer, excursões em barcos com fundos transparentes, passeios para mergulho e ferries até à ilha vizinha de La Gomera. Penso que os valores dos bens essenciais comparando Tenerife com a Gran Canária é mais ou menos igual, e inferior ao custo de vida em Portugal sem dúvida! Como não estava calor suficiente para ir dar um mergulho e a areia escura faz-me um pouco de confusão resolvi continuar a passear junto à praia e conhecer mais alguns sitios nesta parte Sul da ilha.

Visitei ainda a Playa de Las Américas que é talvez a zona mais turistica e movimentada de Tenerife, é terrível para estacionar, mesmo os parques pagos! O seu magnetismo atrai imensos jovens à Playa de Las Américas e, em especial, à longa faixa conhecida por Verónicas, repleta de bares, discotecas, salas de espectáculos com música ao vivo, lojas e restaurantes. As luzes de néon, a música que ecoa pelas ruas e as pessoas que dançam nos passeios são presenças constantes. Este local ganha vida à noite, todas as noites!

Por fim visitei uma das "pontas da ilha" que se chama Los Gigantes, destino obrigatório na costa oeste de Tenerife. Estas falésias imponentes emergem das águas calmas do oceano Atlântico, atingindo entre 300 a 600 metros de altura. Este fabuloso local merece uma visita e é a principal atracção da cidade costeira com o mesmo nome, sendo uma boa alternativa para um passeio de um dia.

Algumas memórias fotográficas da viagem...

Newsletter

Insere o teu email e subscreve a nossa Newsletter!

Junta-te a nós!

Digital Nomads Portugal Facebook Digital Nomads Portugal Twiter Digital Nomads Portugal Instagram Digital Nomads Portugal YouTube